A força do esforço colaborativo e a poderosa ferramenta encontrada na Internet resultaram em projetos como a Wikipedia, cujo acervo de informações já supera em muito as maiores bases de dados de acesso público existentes no planeta. Poucos são os temas que, com maior ou menor profundidade, não sejam encontrados entre os mais de 16 milhões de artigos disponíveis, em 240 idiomas, do projeto sem fins lucrativos inciado em 15 de janeiro de 2001, por Jimmy Wales e Larry Sanger, fundadores da Wikimedia Foundation.

Uma verdadeira revolução, sobretudo para quem, como eu, fazia pesquisas escolares nas enciclopédias Barsa e Britânica, em cujos muitos volumes (com atualizações anuais) o mundo parecia caber, para a seguir admirar-se de vê-los todos contidos num único CD da finada Encarta.

A Wikipedia, ressalvada eventual insegurança resultante da liberdade de edição, é no mínimo um excelente ponto de partida para qualquer assunto em que se deseje aprofundar. Colaboro periodicamente com a edição e contribuo para apoiar o trabalho excelente da Fundação. Você também deveria.

Mas uma imagem vale mais que mil palavras. Transportando esse conceito para o universo colaborativo da Web, um grupo de ex-funcionários da Apple, apaixonados por fotografia, criou o projeto Fotopedia.

Os artigos incluem o texto básico da Wikipedia, mas são enriquecidos com imagens adicionadas por milhares de fotógrafos, amadores e profissionais, de todo o mundo. Para assegurar a qualidade e a relevância das fotos para os temas dos artigos, as imagens são consideradas candidatas até que recebam um número mínimo de votos favoráveis de colaboradores do projeto. Qualquer pessoa pode, sem qualquer custo, se tornar colaborador.

A magnífica foto acima, da fotógrafa polonesa Malgorzata Kopczynska, que ilustra o artigo sobre a milenar cidade de Palmyra, construída num oásis na região central da Síria, foi eleita para a tela inicial da nova ferramenta Fotopedia Heritage, destinada a iPads e iPhones. A foto é perfeita, do enquadramento à luminosidade, das proporções à resolução com que exibe os menores detalhes desse fascinante lugar do passado.

Aventoe também colobora para o projeto Fotopedia, onde criou o artigo em inglês para o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, que inclui a foto abaixo.

Não é nenhuma “Palmyra”, mas ao reduzir o padrão de fotografia procuro motivar meus leitores a mergulharem nesse apaixonante mundo de imagens. Quem sabe nascerá aqui o próximo importante colaborador da Fotopedia?

Fotos: Malgorzata Kopczynska, “Syria, Palmyra 11”, Fotopedia, 23 Feb 2010, Creative Commons (BY-NC); Aventoe, “Jardim Botânico”, Fotopedia, 17 Jan 2010, © Aventoe, All Rights Reserved – Todos os Direitos Reservados.